Translate

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Mateus CAPÍTULO 4 A tentação de Jesus ( Mc 1:12,13 Lc 4:1-13 )

1  ENTÃO foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo.
2  E, tendo jejuado quarenta dias e quarenta noites, depois teve fome;
3  E, chegando-se a ele o tentador, disse: Se tu és o Filho de Deus, manda que estas pedras se tornem em pães.
4  Ele, porém, respondendo, disse: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus.
5  Então o diabo o transportou à cidade santa, e colocou-o sobre o pináculo do templo,
6  E disse-lhe: Se tu és o Filho de Deus, lança-te de aqui abaixo; porque está escrito: Que aos seus anjos dará ordens a teu respeito, E tomar-te-ão nas mãos, Para que nunca tropeces em alguma pedra.
7  Disse-lhe Jesus: Também está escrito: Não tentarás o Senhor teu Deus.
8  Novamente o transportou o diabo a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles.9  E disse-lhe: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares.
10  Então disse-lhe Jesus: Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás.
11  Então o diabo o deixou; e, eis que chegaram os anjos, e o serviam.

MATEUS 3 João Batista (Mc.1.1-8, Lc.3.1-18, Jo 1.6-8, 19-36), ( Mt 1:1-16 Lc 3:1-9 )

1  E, NAQUELES dias, apareceu João o Batista pregando no deserto da Judéia,
2  E dizendo: Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus.
3  Porque este é o anunciado pelo profeta Isaías, que disse: Voz do que clama no deserto: Preparai .caminho do Senhor,o Endireitai as suas veredas. 4  E este João tinha as suas vestes de pelos de camelo, e um cinto de couro em torno de seus lombos; e alimentava-se de gafanhotos e de mel silvestre.
5  Então ia ter com ele Jerusalém, e toda a Judéia, e toda a província adjacente ao Jordão;
6  E eram por ele batizados no rio Jordão, confessando os seus pecados.
7  E, vendo ele muitos dos fariseus e dos saduceus, que vinham ao seu batismo, dizia-lhes: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira futura?
8  Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento;
9  E não presumais, de vós mesmos, dizendo: Temos por pai a Abraão; porque eu vos digo que, mesmo destas pedras, Deus pode suscitar filhos a Abraão.
10  E também agora está posto o machado à raiz das árvores; toda a árvore, pois, que não produz bom fruto, é cortada e lançada no fogo.

A volta do Egito ( Lc 2:39-40 ) MATEUS 2

19  Morto, porém, Herodes, eis que o anjo do Senhor apareceu num sonho a José no Egito,
20  Dizendo: Levanta-te, e toma o menino e sua mãe, e vai para a terra de Israel; porque já estão mortos os que procuravam a morte do menino.
21  Então ele se levantou, e tomou o menino e sua mãe, e foi para a terra de Israel.
22  E, ouvindo que Arquelau reinava na Judéia em lugar de Herodes, seu pai, receou ir para lá; mas avisado em sonhos, por divina revelação, foi para as partes da Galiléia.
23  E chegou, e habitou numa cidade chamada Nazaré, para que se cumprisse o que fora dito pelos profetas: Ele será chamado Nazareno.

MATEUS 2 A fuga para o Egito. A matança dos inocentes

13  E, tendo eles se retirado, eis que o anjo do Senhor apareceu a José em sonhos, dizendo: Levanta-te, e toma o menino e sua mãe, e foge para o Egito, e demora-te lá até que eu te diga; porque Herodes há de procurar o menino para o matar.
14  E, levantando-se ele, tomou o menino e sua mãe, de noite, e foi para o Egito.
15  E esteve lá, até à morte de Herodes, para que se cumprisse o que foi dito da parte do Senhor pelo profeta, que diz: Do Egito chamei o meu Filho.16  Então Herodes, vendo que tinha sido iludido pelos magos, irritou-se muito, e mandou matar todos os meninos que havia em Belém, e em todos os seus contornos, de dois anos para baixo, segundo o tempo que diligentemente inquirira dos magos.
17  Então se cumpriu o que foi dito pelo profeta Jeremias, que diz:
18  Em Ramá se ouviu uma voz, Lamentação, choro e grande pranto: Raquel chorando os seus filhos, E não querendo ser consolada, porque já não existem.

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

I TIMÓTEO 6

3  Se alguém ensina alguma outra doutrina, e se não conforma com as sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo, e com a doutrina que é segundo a piedade,
4  É soberbo, e nada sabe, mas delira acerca de questões e contendas de palavras, das quais nascem invejas, porfias, blasfêmias, ruins suspeitas,
5  Contendas de homens corruptos de entendimento, e privados da verdade, cuidando que a piedade seja causa de ganho; aparta-te dos tais.
6  Mas é grande ganho a piedade com contentamento.
7  Porque nada trouxemos para este mundo, e manifesto é que nada podemos levar dele.
8  Tendo, porém, sustento, e com que nos cobrirmos, estejamos com isso contentes.9  Mas os que querem ser ricos caem em tentação, e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, que submergem os homens na perdição e ruína.
10  Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores.
11  Mas tu, ó homem de Deus, foge destas coisas, e segue a justiça, a piedade, a fé, o amor, a paciência, a mansidão.
12  Milita a boa milícia da fé, toma posse da vida eterna, para a qual também foste chamado, tendo já feito boa confissão diante de muitas testemunhas.
13  Mando-te diante de Deus, que todas as coisas vivifica, e de Cristo Jesus, que diante de Pôncio Pilatos deu o testemunho de boa confissão,
14  Que guardes este mandamento sem mácula e repreensão, até à aparição de nosso Senhor Jesus Cristo;
15  A qual a seu tempo mostrará o bem-aventurado, e único poderoso SENHOR, Rei dos reis e Senhor dos senhores;
16  Aquele que tem, ele só, a imortalidade, e habita na luz inacessível; a quem nenhum dos homens viu nem pode ver, ao qual seja honra e poder sempiterno. Amém.
17  Manda aos ricos deste mundo que não sejam altivos, nem ponham a esperança na incerteza das riquezas, mas em Deus, que abundantemente nos dá todas as coisas para delas gozarmos;
18  Que façam bem, enriqueçam em boas obras, repartam de boa mente, e sejam comunicáveis;
19  Que entesourem para si mesmos um bom fundamento para o futuro, para que possam alcançar a vida eterna   20  Ó Timóteo, guarda o depósito que te foi confiado, tendo horror aos clamores vãos e profanos e às oposições da falsamente chamada ciência,
21  A qual, professando-a alguns, se desviaram da fé. A graça seja contigo. Amém..

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

plena meditação

FÉ E ENERGIA

                                                                                     Estou muito satisfeito por ter a oportunidade de realizar um desejo que sempre esteve presente no meu pensamento ,sirvo ao meu Deus com muita humildade sem querer ultrapassar os limites da sabedoria humana ,sei que muitas pessoas enxergam Deus somente nas coisas grandiosas cheias de orgulho e ate nas soberbas formas de domínio ,a grandeza do criador esta presente nas mais diversas formas de vida existente no planeta ,todos esperam pela ressurreição porem isso esta bem distante ,pensem em quando todos os mortos saírem dos sepulcros com as cabeças humildemente baixas e clamarão por justiça a todo sangue derramado inocentemente ,durante a existência terrena muitos deparam com admoestadores profetas discípulos e ate mesmo com justos benfeitores que são renegados constantemente, parece que dividiram Deus ,ou cada pessoa se transforma em algum dono da verdade por conveniência ,muitos donos de grandes igrejas e organizações religiosas dizem ter unção por se considerarem maiores que os demais fieis ,peço ao grande rei que continue iluminando os verdadeiros adoradores e abençoando nossas boas obras ,amém    

MATEUS 10 Não possuais ouro, nem prata, nem cobre, em vossos cintos,

5  Jesus enviou estes doze, e lhes ordenou, dizendo: Não ireis pelo caminho dos gentios, nem entrareis em cidade de samaritanos;
6  Mas ide antes às ovelhas perdidas da casa de Israel;
7  E, indo, pregai, dizendo: É chegado o reino dos céus.
8  Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça dai.
9  Não possuais ouro, nem prata, nem cobre, em vossos cintos,10  Nem alforjes para o caminho, nem duas túnicas, nem alparcas, nem bordão; porque digno é o operário do seu alimento.
11  E, em qualquer cidade ou aldeia em que entrardes, procurai saber quem nela seja digno, e hospedai-vos aí, até que vos retireis.
12  E, quando entrardes nalguma casa, saudai-a;
13  E, se a casa for digna, desça sobre ela a vossa paz; mas, se não for digna, torne para vós a vossa paz.
14  E, se ninguém vos receber, nem escutar as vossas palavras, saindo daquela casa ou cidade, sacudi o pó dos vossos pés.
15  Em verdade vos digo que, no dia do juízo, haverá menos rigor para o país de Sodoma e Gomorra do que para aquela cidade.
16  Eis que vos envio como ovelhas ao meio de lobos; portanto, sede prudentes como as serpentes e inofensivos como as pombas.
17  Acautelai-vos, porém, dos homens; porque eles vos entregarão aos sinédrios, e vos açoitarão nas suas sinagogas;
18  E sereis até conduzidos à presença dos governadores, e dos reis, por causa de mim, para lhes servir de testemunho a eles, e aos gentios.
19  Mas, quando vos entregarem, não vos dê cuidado como, ou o que haveis de falar, porque naquela mesma hora vos será ministrado o que haveis de dizer.
20  Porque não sois vós quem falará, mas o Espírito de vosso Pai é que fala em vós.
       Muitos dirão estamos salvos e enquanto isso a serpente do demônio fica assim tão saliente no meio da gente com seu corpo sempre quente aproveita a desunião das pessoas que pregam sobre salvação e iluminação espiritual ,causando soberba ,inveja e desejo de engrandecimento próprio,muitos leem as escrituras mas não compreendem a doutrina de Deus ,escolhem textos que tem a finalidade de engrandecimento de seus grupos igrejas ou seitas ,esquecem que o criador é único e todas as pessoas devem ser unidas com o desejo de alcançar o perdão de todas as dividas materiais ,muitas igrejas e seitas surgiram nesses milênios depois de cristo ,muitos com a finalidade de enriquecimento e ainda dizem que as pessoas são curadas por que frequentam tais igrejas e templos de interesses humanos ,o cristo de Deus quando curava as pessoas dizia a sua fé te salvou ,e qual é essa fé ,fé em igreja ou fé em Deus ,não importa o numero de pessoas numa comunidade o mais importante é a fé no espirito criador de todas as coisas  Tentei esconder por muitos anos uma força interior que me acompanha desde de tempos antigos e desconhecidos pela minha débil sabedoria ,influenciada  por humanas doutrinas e filosofias diversas ,alem de sofrer ofensas por parte de irmãos soberbos e invejosos que sempre disputaram uma parte superior daquilo que sempre almejei ,porem jamais fui reduzido ao escarnio dos perversos ,pois sempre encontrei amparo numa luz invisível que sempre iluminou o meu caminho e me livrou de diversas ciladas ,vi muitos inimigos caindo na armadilha que fizeram ,vi grandes poderosos e ricos indo a falência ,assassinos sendo assassinados ,e muitos que gastaram dinheiro como suborno a agentes corruptos ,hoje precisando e levando uma vida bem difícil ,muitos deles não acreditaram no poder de DEUS ,não se arrependeram das suas maldades ,e continuaram fazendo o erro proliferar entre os mais novos ,hoje todos eles estão em descaminho  e loucura ,tentam sorrir e dizer que esta tudo bem ,são tipo os sepulcros pintados por fora ,mas com toda podridão no interior ,tem a chance de obter a luz que vem procurando as trevas ,DEUS NOS AJUDE   

ATOS 2 vers 1 ao 30 A descida do Espírito Santo

1  E, CUMPRINDO-SE o dia de Pentecostes, estavam todos concordemente no mesmo lugar;
2  E de repente veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados.
3  E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles.
4  E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem.
5  E em Jerusalém estavam habitando judeus, homens religiosos, de todas as nações que estão debaixo do céu.
6  E, quando aquele som ocorreu, ajuntou-se uma multidão, e estava confusa, porque cada um os ouvia falar na sua própria língua.
7  E todos pasmavam e se maravilhavam, dizendo uns aos outros: Pois quê! não são galileus todos esses homens que estão falando?
8  Como, pois, os ouvimos, cada um, na nossa própria língua em que somos nascidos?9  Partos e medos, elamitas e os que habitam na Mesopotâmia, Judéia, Capadócia, Ponto e Ásia,
10  E Frígia e Panfília, Egito e partes da Líbia, junto a Cirene, e forasteiros romanos, tanto judeus como prosélitos,
11  Cretenses e árabes, todos nós temos ouvido em nossas próprias línguas falar das grandezas de Deus.
12  E todos se maravilhavam e estavam suspensos, dizendo uns para os outros: Que quer isto dizer?
13  E outros, zombando, diziam: Estão cheios de mosto.14  Pedro, porém, pondo-se em pé com os onze, levantou a sua voz, e disse-lhes: Homens judeus, e todos os que habitais em Jerusalém, seja-vos isto notório, e escutai as minhas palavras.
15  Estes homens não estão embriagados, como vós pensais, sendo a terceira hora do dia.
16  Mas isto é o que foi dito pelo profeta Joel:
17  E nos últimos dias acontecerá, diz Deus, Que do meu Espírito derramarei sobre toda a carne; E os vossos filhos e as vossas filhas profetizarão, Os vossos jovens terão visões, E os vossos velhos terão sonhos;
18  E também do meu Espírito derramarei sobre os meus servos e as minhas servas naqueles dias, e profetizarão;
19  E farei aparecer prodígios em cima, no céu; E sinais em baixo na terra, Sangue, fogo e vapor de fumo.20  O sol se converterá em trevas, E a lua em sangue, Antes de chegar o grande e glorioso dia do Senhor;
21  E acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.
22  Homens israelitas, escutai estas palavras: A Jesus Nazareno, homem aprovado por Deus entre vós com maravilhas, prodígios e sinais, que Deus por ele fez no meio de vós, como vós mesmos bem sabeis;
23  A este que vos foi entregue pelo determinado conselho e presciência de Deus, prendestes, crucificastes e matastes pelas mãos de injustos;
24  Ao qual Deus ressuscitou, soltas as ânsias da morte, pois não era possível que fosse retido por ela;
25  Porque dele disse Davi: Sempre via diante de mim o Senhor, Porque está à minha direita, para que eu não seja comovido;
26  Por isso se alegrou o meu coração, e a minha língua exultou; E ainda a minha carne há de repousar em esperança;
27  Pois não deixarás a minha alma no inferno, Nem permitirás que o teu Santo veja a corrupção;
28  Fizeste-me conhecidos os caminhos da vida; Com a tua face me encherás de júbilo.
29  Homens irmãos, seja-me lícito dizer-vos livremente acerca do patriarca Davi, que ele morreu e foi sepultado, e entre nós está até hoje a sua sepultura.
30  Sendo, pois, ele profeta, e sabendo que Deus lhe havia prometido com juramento que do fruto de seus lombos, segundo a carne, levantaria o Cristo, para o assentar sobre o seu trono,

MATEUS 1 O nascimento de Jesus Cristo ( Lc 2:1-17 )

18  Ora, o nascimento de Jesus Cristo foi assim: Estando Maria, sua mãe, desposada com José, antes de se ajuntarem, achou-se ter concebido do Espírito Santo.19  Então José, seu marido, como era justo, e a não queria infamar, intentou deixá-la secretamente.
20  E, projetando ele isto, eis que em sonho lhe apareceu um anjo do Senhor, dizendo: José, filho de Davi, não temas receber a Maria, tua mulher, porque o que nela está gerado é do Espírito Santo;
21  E dará à luz um filho e chamarás o seu nome JESUS; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados.
22  Tudo isto aconteceu para que se cumprisse o que foi dito da parte do Senhor, pelo profeta, que diz;
23  Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, E chamá-lo-ão pelo nome de EMANUEL, Que traduzido é: Deus conosco.
24  E José, despertando do sono, fez como o anjo do Senhor lhe ordenara, e recebeu a sua mulher;
25  E não a conheceu até que deu à luz seu filho, o primogênito; e pôs-lhe por nome Jesus.

ROMANOS 2 Glória, porém, e honra e paz a qualquer que pratica o bem

1  PORTANTO, és inescusável quando julgas, ó homem, quem quer que sejas, porque te condenas a ti mesmo naquilo em que julgas a outro; pois tu, que julgas, fazes o mesmo.
2  E bem sabemos que o juízo de Deus é segundo a verdade sobre os que tais coisas fazem.
3  E tu, ó homem, que julgas os que fazem tais coisas, cuidas que, fazendo-as tu, escaparás ao juízo de Deus?
4  Ou desprezas tu as riquezas da sua benignidade, e paciência e longanimidade, ignorando que a benignidade de Deus te leva ao arrependimento?
5  Mas, segundo a tua dureza e teu coração impenitente, entesouras ira para ti no dia da ira e da manifestação do juízo de Deus;
6  O qual recompensará cada um segundo as suas obras; a saber:
7  A vida eterna aos que, com perseverança em fazer bem, procuram glória, honra e incorrupção;8  Mas a indignação e a ira aos que são contenciosos, desobedientes à verdade e obedientes à iniqüidade;
9  Tribulação e angústia sobre toda a alma do homem que faz o mal; primeiramente do judeu e também do grego;
10  Glória, porém, e honra e paz a qualquer que pratica o bem; primeiramente ao judeu e também ao grego;
11  Porque, para com Deus, não há acepção de pessoas.
12  Porque todos os que sem lei pecaram, sem lei também perecerão; e todos os que sob a lei pecaram, pela lei serão julgados.
13  Porque os que ouvem a lei não são justos diante de Deus, mas os que praticam a lei hão de ser justificados.
14  Porque, quando os gentios, que não têm lei, fazem naturalmente as coisas que são da lei, não tendo eles lei, para si mesmos são lei;
15  Os quais mostram a obra da lei escrita em seus corações, testificando juntamente a sua consciência, e os seus pensamentos, quer acusando-os, quer defendendo-os;
16  No dia em que Deus há de julgar os segredos dos homens, por Jesus Cristo, segundo o meu evangelho.17  Eis que tu que tens por sobrenome judeu, e repousas na lei, e te glorias em Deus;
18  E sabes a sua vontade e aprovas as coisas excelentes, sendo instruído por lei;19  E confias que és guia dos cegos, luz dos que estão em trevas,
20  Instrutor dos néscios, mestre de crianças, que tens a forma da ciência e da verdade na lei;
21  Tu, pois, que ensinas a outro, não te ensinas a ti mesmo? Tu, que pregas que não se deve furtar, furtas?
22  Tu, que dizes que não se deve adulterar, adulteras? Tu, que abominas os ídolos, cometes sacrilégio?
23  Tu, que te glorias na lei, desonras a Deus pela transgressão da lei?
24  Porque, como está escrito, o nome de Deus é blasfemado entre os gentios por causa de vós.
25  Porque a circuncisão é, na verdade, proveitosa, se tu guardares a lei; mas, se tu és transgressor da lei, a tua circuncisão se torna em incircuncisão.
26  Se, pois, a incircuncisão guardar os preceitos da lei, porventura a incircuncisão não será reputada como circuncisão?
27  E a incircuncisão que por natureza o é, se cumpre a lei, não te julgará porventura a ti, que pela letra e circuncisão és transgressor da lei?
28  Porque não é judeu o que o é exteriormente, nem é circuncisão a que o é exteriormente na carne.
29  Mas é judeu o que o é no interior, e circuncisão a que é do coração, no espírito, não na letra; cujo louvor não provém dos homens, mas de Deus.

II TESSALONICENSES 3 a fé não é de todos.

1  NO demais, irmãos, rogai por nós, para que a palavra do Senhor tenha livre curso e seja glorificada, como também o é entre vós;
2  E para que sejamos livres de homens dissolutos e maus; porque a fé não é de todos.
3  Mas fiel é o SENHOR, que vos confirmará, e guardará do maligno.
4  E confiamos quanto a vós no Senhor, que não só fazeis como fareis o que vos mandamos.
5  Ora o Senhor encaminhe os vossos corações no amor de Deus, e na paciência de Cristo.
6  Mandamo-vos, porém, irmãos, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que vos aparteis de todo o irmão que anda desordenadamente, e não segundo a tradição que de nós recebeu.
7  Porque vós mesmos sabeis como convém imitar-nos, pois que não nos houvemos desordenadamente entre vós,
8  Nem de graça comemos o pão de homem algum, mas com trabalho e fadiga, trabalhando noite e dia, para não sermos pesados a nenhum de vós.9  Não porque não tivéssemos autoridade, mas para vos dar em nós mesmos exemplo, para nos imitardes.
10  Porque, quando ainda estávamos convosco, vos mandamos isto, que, se alguém não quiser trabalhar, não coma também.
11  Porquanto ouvimos que alguns entre vós andam desordenadamente, não trabalhando, antes fazendo coisas vãs.
12  A esses tais, porém, mandamos, e exortamos por nosso Senhor Jesus Cristo, que, trabalhando com sossego, comam o seu próprio pão.
13  E vós, irmãos, não vos canseis de fazer o bem.
14  Mas, se alguém não obedecer à nossa palavra por esta carta, notai o tal, e não vos mistureis com ele, para que se envergonhe.
15  Todavia não o tenhais como inimigo, mas admoestai-o como irmão.
16  Ora, o mesmo SENHOR da paz vos dê sempre paz de toda a maneira. O Senhor seja com todos vós.
17  Saudação da minha própria mão, de mim, Paulo, que é o sinal em todas as epístolas; assim escrevo.
18  A graça de nosso Senhor Jesus Cristo seja com todos vós. Amém.

I CORÍNTIOS 15 o aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei.

1  TAMBÉM vos notifico, irmãos, o evangelho que já vos tenho anunciado; o qual também recebestes, e no qual também permaneceis.
2  Pelo qual também sois salvos se o retiverdes tal como vo-lo tenho anunciado; se não é que crestes em vão.
3  Porque primeiramente vos entreguei o que também recebi: que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras,
4  E que foi sepultado, e que ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras.
5  E que foi visto por Cefas, e depois pelos doze.
6  Depois foi visto, uma vez, por mais de quinhentos irmãos, dos quais vive ainda a maior parte, mas alguns já dormem também.
7  Depois foi visto por Tiago, depois por todos os apóstolos.
8  E por derradeiro de todos me apareceu também a mim, como a um abortivo.
9  Porque eu sou o menor dos apóstolos, que não sou digno de ser chamado apóstolo, pois que persegui a igreja de Deus.
10  Mas pela graça de Deus sou o que sou; e a sua graça para comigo não foi vã, antes trabalhei muito mais do que todos eles; todavia não eu, mas a graça de Deus, que está comigo.11  Então, ou seja eu ou sejam eles, assim pregamos e assim haveis crido.
12  Ora, se se prega que Cristo ressuscitou dentre os mortos, como dizem alguns dentre vós que não há ressurreição de mortos?
13  E, se não há ressurreição de mortos, também Cristo não ressuscitou.
14  E, se Cristo não ressuscitou, logo é vã a nossa pregação, e também é vã a vossa fé.
15  E assim somos também considerados como falsas testemunhas de Deus, pois testificamos de Deus, que ressuscitou a Cristo, ao qual, porém, não ressuscitou, se, na verdade, os mortos não ressuscitam.
16  Porque, se os mortos não ressuscitam, também Cristo não ressuscitou.
17  E, se Cristo não ressuscitou, é vã a vossa fé, e ainda permaneceis nos vossos pecados.
18  E também os que dormiram em Cristo estão perdidos.
19  Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens.
20  Mas de fato Cristo ressuscitou dentre os mortos, e foi feito as primícias dos que dormem.
21  Porque assim como a morte veio por um homem, também a ressurreição dos mortos veio por um homem.22  Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo.
23  Mas cada um por sua ordem: Cristo as primícias, depois os que são de Cristo, na sua vinda.
24  Depois virá o fim, quando tiver entregado o reino a Deus, ao Pai, e quando houver aniquilado todo o império, e toda a potestade e força.
25  Porque convém que reine até que haja posto a todos os inimigos debaixo de seus pés.
26  Ora, o último inimigo que há de ser aniquilado é a morte.
27  Porque todas as coisas sujeitou debaixo de seus pés. Mas, quando diz que todas as coisas lhe estão sujeitas, claro está que se excetua aquele que lhe sujeitou todas as coisas.
28  E, quando todas as coisas lhe estiverem sujeitas, então também o mesmo Filho se sujeitará àquele que todas as coisas lhe sujeitou, para que Deus seja tudo em todos.
29  Doutra maneira, que farão os que se batizam pelos mortos, se absolutamente os mortos não ressuscitam? Por que se batizam eles então pelos mortos?
30  Por que estamos nós também a toda a hora em perigo?
31  Eu protesto que cada dia morro, gloriando-me em vós, irmãos, por Cristo Jesus nosso Senhor.
32  Se, como homem, combati em Éfeso contra as bestas, que me aproveita isso, se os mortos não ressuscitam? Comamos e bebamos, que amanhã morreremos.33  Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes.
34  Vigiai justamente e não pequeis; porque alguns ainda não têm o conhecimento de Deus; digo-o para vergonha vossa.
35  Mas alguém dirá: Como ressuscitarão os mortos? E com que corpo virão?
36  Insensato! o que tu semeias não é vivificado, se primeiro não morrer.
37  E, quando semeias, não semeias o corpo que há de nascer, mas o simples grão, como de trigo, ou de outra qualquer semente.
38  Mas Deus dá-lhe o corpo como quer, e a cada semente o seu próprio corpo.
39  Nem toda a carne é uma mesma carne, mas uma é a carne dos homens, e outra a carne dos animais, e outra a dos peixes e outra a das aves.
40  E há corpos celestes e corpos terrestres, mas uma é a glória dos celestes e outra a dos terrestres.
41  Uma é a glória do sol, e outra a glória da lua, e outra a glória das estrelas; porque uma estrela difere em glória de outra estrela.
42  Assim também a ressurreição dentre os mortos. Semeia-se o corpo em corrupção; ressuscitará em incorrupção.
43  Semeia-se em ignomínia, ressuscitará em glória. Semeia-se em fraqueza, ressuscitará com vigor.44  Semeia-se corpo natural, ressuscitará corpo espiritual. Se há corpo natural, há também corpo espiritual.
45  Assim está também escrito: O primeiro homem, Adão, foi feito em alma vivente; o último Adão em espírito vivificante.
46  Mas não é primeiro o espiritual, senão o natural; depois o espiritual.
47  O primeiro homem, da terra, é terreno; o segundo homem, o SENHOR, é do céu.
48  Qual o terreno, tais são também os terrestres; e, qual o celestial, tais também os celestiais.
49  E, assim como trouxemos a imagem do terreno, assim traremos também a imagem do celestial.
50  E agora digo isto, irmãos: que a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus, nem a corrupção herdar a incorrupção.
51  Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados;
52  Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.
53  Porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade, e que isto que é mortal se revista da imortalidade.
54  E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória.55  Onde está, ó morte, o teu aguilhão? Onde está, ó inferno, a tua vitória?
56  Ora, o aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei.
57  Mas graças a Deus que nos dá a vitória por nosso SENHOR Jesus Cristo.
58  Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.

I TIMÓTEO 2 um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem.

1  ADMOESTO-TE, pois, antes de tudo, que se façam deprecações, orações, intercessões, e ações de graças, por todos os homens;
2  Pelos reis, e por todos os que estão em eminência, para que tenhamos uma vida quieta e sossegada, em toda a piedade e honestidade;
3  Porque isto é bom e agradável diante de Deus nosso Salvador,4  Que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade.
5  Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem.
6  O qual se deu a si mesmo em preço de redenção por todos, para servir de testemunho a seu tempo.
7  Para o que (digo a verdade em Cristo, não minto) fui constituído pregador, e apóstolo, e doutor dos gentios na fé e na verdade.
8  Quero, pois, que os homens orem em todo o lugar, levantando mãos santas, sem ira nem contenda.9  Que do mesmo modo as mulheres se ataviem em traje honesto, com pudor e modéstia, não com tranças, ou com ouro, ou pérolas, ou vestidos preciosos,
10  Mas (como convém a mulheres que fazem profissão de servir a Deus) com boas obras.
11  A mulher aprenda em silêncio, com toda a sujeição.
12  Não permito, porém, que a mulher ensine, nem use de autoridade sobre o marido, mas que esteja em silêncio.
13  Porque primeiro foi formado Adão, depois Eva.
14  E Adão não foi enganado, mas a mulher, sendo enganada, caiu em transgressão.15  Salvar-se-á, porém, dando à luz filhos, se permanecer com modéstia na fé, no amor e na santificação.

ROMANOS 14 nenhum de nós vive para si, e nenhum morre para si.

1  ORA, quanto ao que está enfermo na fé, recebei-o, não em contendas sobre dúvidas.
2  Porque um crê que de tudo se pode comer, e outro, que é fraco, come legumes.
3  O que come não despreze o que não come; e o que não come, não julgue o que come; porque Deus o recebeu por seu.
4  Quem és tu, que julgas o servo alheio? Para seu próprio SENHOR ele está em pé ou cai. Mas estará firme, porque poderoso é Deus para o firmar.
5  Um faz diferença entre dia e dia, mas outro julga iguais todos os dias. Cada um esteja inteiramente seguro em sua própria mente.
6  Aquele que faz caso do dia, para o Senhor o faz e o que não faz caso do dia para o Senhor o não faz. O que come, para o Senhor come, porque dá graças a Deus; e o que não come, para o SENHOR não come, e dá graças a Deus.
7  Porque nenhum de nós vive para si, e nenhum morre para si.
8  Porque, se vivemos, para o Senhor vivemos; se morremos, para o Senhor morremos. De sorte que, ou vivamos ou morramos, somos do Senhor.9  Porque foi para isto que morreu Cristo, e ressurgiu, e tornou a viver, para ser Senhor, tanto dos mortos, como dos vivos.
10  Mas tu, por que julgas teu irmão? Ou tu, também, por que desprezas teu irmão? Pois todos havemos de comparecer ante o tribunal de Cristo.
11  Porque está escrito: Como eu vivo, diz o Senhor, que todo o joelho se dobrará a mim, E toda a língua confessará a Deus.
12  De maneira que cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus.13  Assim que não nos julguemos mais uns aos outros; antes seja o vosso propósito não pôr tropeço ou escândalo ao irmão.
14  Eu sei, e estou certo no Senhor Jesus, que nenhuma coisa é de si mesma imunda, a não ser para aquele que a tem por imunda; para esse é imunda.
15  Mas, se por causa da comida se contrista teu irmão, já não andas conforme o amor. Não destruas por causa da tua comida aquele por quem Cristo morreu.
16  Não seja, pois, blasfemado o vosso bem;
17  Porque o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo.
18  Porque quem nisto serve a Cristo agradável é a Deus e aceito aos homens.
19  Sigamos, pois, as coisas que servem para a paz e para a edificação de uns para com os outros.20  Não destruas por causa da comida a obra de Deus. É verdade que tudo é limpo, mas mal vai para o homem que come com escândalo.
21  Bom é não comer carne, nem beber vinho, nem fazer outras coisas em que teu irmão tropece, ou se escandalize, ou se enfraqueça.
22  Tens tu fé? Tem-na em ti mesmo diante de Deus. Bem-aventurado aquele que não se condena a si mesmo naquilo que aprova.
23  Mas aquele que tem dúvidas, se come está condenado, porque não come por fé; e tudo o que não é de fé é pecado.

FILIPENSES 1 A prisão de Paulo contribui para o proveito do evangelho

12  E quero, irmãos, que saibais que as coisas que me aconteceram contribuíram para maior proveito do evangelho;
13  De maneira que as minhas prisões em Cristo foram manifestas por toda a guarda pretoriana, e por todos os demais lugares;
14  E muitos dos irmãos no SENHOR, tomando ânimo com as minhas prisões, ousam falar a palavra mais confiadamente, sem temor.
15  Verdade é que também alguns pregam a Cristo por inveja e porfia, mas outros de boa vontade;
16  Uns, na verdade, anunciam a Cristo por contenção, não puramente, julgando acrescentar aflição às minhas prisões.
17  Mas outros, por amor, sabendo que fui posto para defesa do evangelho.18  Mas que importa? Contanto que Cristo seja anunciado de toda a maneira, ou com fingimento ou em verdade, nisto me regozijo, e me regozijarei ainda.
19  Porque sei que disto me resultará salvação, pela vossa oração e pelo socorro do Espírito de Jesus Cristo,
20  Segundo a minha intensa expectação e esperança, de que em nada serei confundido; antes, com toda a confiança, Cristo será, tanto agora como sempre, engrandecido no meu corpo, seja pela vida, seja pela morte.
21  Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho.
22  Mas, se o viver na carne me der fruto da minha obra, não sei então o que deva escolher.
23  Mas de ambos os lados estou em aperto, tendo desejo de partir, e estar com Cristo, porque isto é ainda muito melhor.
24  Mas julgo mais necessário, por amor de vós, ficar na carne.
25  E, tendo esta confiança, sei que ficarei, e permanecerei com todos vós para proveito vosso e gozo da fé

I CORÍNTIOS 13 A suprema excelência da caridade

1  AINDA que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.
2  E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.
3  E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.
4  O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.
5  Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
6  Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;
7  Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
8  O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;9  Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos;
10  Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.
11  Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.
12  Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.
13  Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.

COLOSSENSES 3 Exortação à santidade e ao amor fraternal

1  PORTANTO, se já ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus.
2  Pensai nas coisas que são de cima, e não nas que são da terra;
3  Porque já estais mortos, e a vossa vida está escondida com Cristo em Deus.
4  Quando Cristo, que é a nossa vida, se manifestar, então também vós vos manifestareis com ele em glória.5  Mortificai, pois, os vossos membros, que estão sobre a terra: a prostituição, a impureza, a afeição desordenada, a vil concupiscência, e a avareza, que é idolatria;
6  Pelas quais coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência;
7  Nas quais, também, em outro tempo andastes, quando vivíeis nelas.
8  Mas agora, despojai-vos também de tudo: da ira, da cólera, da malícia, da maledicência, das palavras torpes da vossa boca.
9  Não mintais uns aos outros, pois que já vos despistes do velho homem com os seus feitos,
10  E vos vestistes do novo, que se renova para o conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou;
11  Onde não há grego, nem judeu, circuncisão, nem incircuncisão, bárbaro, cita, servo ou livre; mas Cristo é tudo em todos.
12  Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de entranhas de misericórdia, de benignidade, humildade, mansidão, longanimidade;
13  Suportando-vos uns aos outros

O cântico de Zacarias LUCAS 1

67  E Zacarias, seu pai, foi cheio do Espírito Santo, e profetizou, dizendo:
68  Bendito o Senhor Deus de Israel, Porque visitou e remiu o seu povo,
69  E nos levantou uma salvação poderosa Na casa de Davi seu servo.
70  Como falou pela boca dos seus santos profetas, desde o princípio do mundo;
71  Para nos livrar dos nossos inimigos e da mão de todos os que nos odeiam;
72  Para manifestar misericórdia a nossos pais, E lembrar-se da sua santa aliança,
73  E do juramento que jurou a Abraão nosso pai,74  De conceder-nos que, Libertados da mão de nossos inimigos, o serviríamos sem temor,
75  Em santidade e justiça perante ele, todos os dias da nossa vida.
76  E tu, ó menino, serás chamado profeta do Altíssimo, Porque hás de ir ante a face do Senhor, a preparar os seus caminhos;
77  Para dar ao seu povo conhecimento da salvação, Na remissão dos seus pecados;
78  Pelas entranhas da misericórdia do nosso Deus, Com que o oriente do alto nos visitou;
79  Para iluminar aos que estão assentados em trevas e na sombra da morte; A fim de dirigir os nossos pés pelo caminho da paz.

I TIMÓTEO 1 As Falsas doutrinas e o evangelho da graça. O bom combate

3  Como te roguei, quando parti para a Macedônia, que ficasses em Éfeso, para advertires a alguns, que não ensinem outra doutrina,
4  Nem se dê em a fábulas ou a genealogias intermináveis, que mais produzem questões do que edificação de Deus, que consiste na fé; assim o faço agora.
5  Ora, o fim do mandamento é o amor de um coração puro, e de uma boa consciência, e de uma fé não fingida.
6  Do que, desviando-se alguns, se entregaram a vãs contendas;
7  Querendo ser mestres da lei, e não entendendo nem o que dizem nem o que afirmam.
8  Sabemos, porém, que a lei é boa, se alguém dela usa legitimamente;
9  Sabendo isto, que a lei não é feita para o justo, mas para os injustos e obstinados, para os ímpios e pecadores, para os profanos e irreligiosos, para os parricidas e matricidas, para os homicidas,
10  Para os devassos, para os sodomitas, para os roubadores de homens, para os mentirosos, para os perjuros, e para o que for contrário à sã doutrina,
11  Conforme o evangelho da glória de Deus bem-aventurado, que me foi confiado.
12  E dou graças ao que me tem confortado, a Cristo Jesus SENHOR nosso, porque me teve por fiel, pondo-me no ministério;13  A mim, que dantes fui blasfemo, e perseguidor, e injurioso; mas alcancei misericórdia, porque o fiz ignorante mente, na incredulidade.
14  E a graça de nosso Senhor superabundou com a fé e amor que há em Jesus Cristo.
15  Esta é uma palavra fiel, e digna de toda a aceitação, que Cristo Jesus veio ao mundo, para salvar os pecadores, dos quais eu sou o principal.

EFÉSIOS CAPÍTULO 4 A unidade da fé

1  ROGO-VOS, pois, eu, o preso do Senhor, que andeis como é digno da vocação com que fostes chamados,
2  Com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor,
3  Procurando guardar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz.
4  Há um só corpo e um só Espírito, como também fostes chamados em uma só esperança da vossa vocação;
5  Um só SENHOR, uma só fé, um só batismo;
6  Um só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos, e por todos e em todos vós.
7  Mas a graça foi dada a cada um de nós segundo a medida do dom de Cristo.8  Por isso diz: Subindo ao alto, levou cativo o cativeiro, E deu dons aos homens.
9  Ora, isto  ele subiu  que é, senão que também antes tinha descido às partes mais baixas da terra?
10  Aquele que desceu é também o mesmo que subiu acima de todos os céus, para cumprir todas as coisas.
11  E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores,
12  Querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo;
13  Até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo

Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, gálatas 4

1  DIGO, pois, que todo o tempo que o herdeiro é menino em nada difere do servo, ainda que seja senhor de tudo;
2  Mas está debaixo de tutores e curadores até ao tempo determinado pelo pai.
3  Assim também nós, quando éramos meninos, estávamos reduzidos à servidão debaixo dos primeiros rudimentos do mundo.
4  Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei,
5  Para remir os que estavam debaixo da lei, a fim de recebermos a adoção de filhos.6  E, porque sois filhos, Deus enviou aos vossos corações o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai.
7  Assim que já não és mais servo, mas filho; e, se és filho, és também herdeiro de Deus por Cristo.
8  Mas, quando não conhecíeis a Deus, servíeis aos que por natureza não são deuses.
9  Mas agora, conhecendo a Deus, ou, antes, sendo conhecidos por Deus, como tornais outra vez a esses rudimentos fracos e pobres, aos quais de novo quereis servir?
10  Guardais dias, e meses, e tempos, e anos.
11  Receio de vós, que não haja trabalhado em vão para convosco.

APOCALIPSE 4

1  DEPOIS destas coisas, olhei, e eis que estava uma porta aberta no céu; e a primeira voz que, como de trombeta, ouvira falar comigo, disse: Sobe aqui, e mostrar-te-ei as coisas que depois destas devem acontecer.
2  E logo fui arrebatado no Espírito, e eis que um trono estava posto no céu, e um assentado sobre o trono.
3  E o que estava assentado era, na aparência, semelhante à pedra jaspe e sardônica; e o arco celeste estava ao redor do trono, e parecia semelhante à esmeralda.
4  E ao redor do trono havia vinte e quatro tronos; e vi assentados sobre os tronos vinte e quatro anciãos vestidos de vestes brancas; e tinham sobre suas cabeças coroas de ouro.
5  E do trono saíam relâmpagos, e trovões, e vozes; e diante do trono ardiam sete lâmpadas de fogo, as quais são os sete espíritos de Deus.
6  E havia diante do trono como que um mar de vidro, semelhante ao cristal. E no meio do trono, e ao redor do trono, quatro animais cheios de olhos, por diante e por detrás.7  E o primeiro animal era semelhante a um leão, e o segundo animal semelhante a um bezerro, e tinha o terceiro animal o rosto como de homem, e o quarto animal era semelhante a uma águia voando.
8  E os quatro animais tinham, cada um de per si, seis asas, e ao redor, e por dentro, estavam cheios de olhos; e não descansam nem de dia nem de noite, dizendo: Santo, Santo, Santo, é o Senhor Deus, o Todo-Poderoso, que era, e que é, e que há de vir.
9  E, quando os animais davam glória, e honra, e ações de graças ao que estava assentado sobre o trono, ao que vive para todo o sempre,
10  Os vinte e quatro anciãos prostravam-se diante do que estava assentado sobre o trono, e adoravam o que vive para todo o sempre; e lançavam as suas coroas diante do trono, dizendo:
11  Digno és, Senhor, de receber glória, e honra, e poder; porque tu criaste todas as coisas, e por tua vontade são e foram criadas.

I CORÍNTIOS 1

3  Graça e paz da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo.
4  Sempre dou graças ao meu Deus por vós pela graça de Deus que vos foi dada em Jesus Cristo.
5  Porque em tudo fostes enriquecidos nele, em toda a palavra e em todo o conhecimento
6  (Como o testemunho de Cristo foi mesmo confirmado entre vós).
7  De maneira que nenhum dom vos falta, esperando a manifestação de nosso Senhor Jesus Cristo,
8  O qual vos confirmará também até ao fim, para serdes irrepreensíveis no dia de nosso Senhor Jesus Cristo.
9  Fiel é Deus, pelo qual fostes chamados para a comunhão de seu Filho Jesus Cristo nosso Senhor.

II CORÍNTIOS 1 Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo

1  PAULO, apóstolo de Jesus Cristo, pela vontade de Deus, e o irmão Timóteo, à igreja de Deus, que está em Corinto, com todos os santos que estão em toda a Acaia.
2  Graça a vós e paz da parte de Deus nosso Pai, e da do Senhor Jesus Cristo.3  Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai das misericórdias e o Deus de toda a consolação;
4  Que nos consola em toda a nossa tribulação, para que também possamos consolar os que estiverem em alguma tribulação, com a consolação com que nós mesmos somos consolados por Deus.
5  Porque, como as aflições de Cristo são abundantes em nós, assim também é abundante a nossa consolação por meio de Cristo. 6  Mas, se somos atribulados, é para vossa consolação e salvação; ou, se somos consolados, para vossa consolação e salvação é, a qual se opera suportando com paciência as mesmas aflições que nós também padecemos;
7  E a nossa esperança acerca de vós é firme, sabendo que, como sois participantes das aflições, assim o sereis também da consolação.
8  Porque não queremos, irmãos, que ignoreis a tribulação que nos sobreveio na Ásia, pois que fomos sobremaneira agravados mais do que podíamos suportar, de modo tal que até da vida desesperamos.
9  Mas já em nós mesmos tínhamos a sentença de morte, para que não confiássemos em nós, mas em Deus, que ressuscita os mortos;
10  O qual nos livrou de tão grande morte, e livra; em quem esperamos que também nos livrará ainda,
11  Ajudando-nos também vós com orações por nós, para que pela mercê, que por muitas pessoas nos foi feita, por muitas também sejam dadas graças a nosso respeito.12  Porque a nossa glória é esta: o testemunho da nossa consciência, de que com simplicidade e sinceridade de Deus, não com sabedoria carnal, mas na graça de Deus, temos vivido no mundo, e de modo particular convosco.
13  Porque nenhumas outras coisas vos escrevemos, senão as que já sabeis ou também reconheceis; e espero que também até ao fim as reconhecereis.
14  Como também já em parte reconhecestes em nós, que somos a vossa glória, como também vós sereis a nossa no dia do Senhor Jesus.
15  E com esta confiança quis primeiro ir ter convosco, para que tivésseis uma segunda graça;
16  E por vós passar à Macedônia, e da Macedônia ir outra vez ter convosco, e ser guiado por vós à Judéia.17  E, deliberando isto, usei porventura de leviandade? Ou o que delibero, o delibero segundo a carne, para que haja em mim sim, sim, e não, não?
18  Antes, como Deus é fiel, a nossa palavra para convosco não foi sim e não.
19  Porque o Filho de Deus, Jesus Cristo, que entre vós foi pregado por nós, isto é, por mim, Silvano e Timóteo, não foi sim e não; mas nele houve sim.
20  Porque todas quantas promessas há de Deus, são nele sim, e por ele o Amém, para glória de Deus por nós.
21  Mas o que nos confirma convosco em Cristo, e o que nos ungiu, é Deus,
22  O qual também nos selou e deu o penhor do Espírito em nossos corações.
23  Invoco, porém, a Deus por testemunha sobre a minha alma, que para vos poupar não tenho até agora ido a Corinto;
24  Não que tenhamos domínio sobre a vossa fé, mas porque somos cooperadores de vosso gozo; porque pela fé estais em pé.

II CORÍNTIOS 4 ministério de Paulo

1  POR isso, tendo este ministério, segundo a misericórdia que nos foi feita, não desfalecemos;2  Antes, rejeitamos as coisas que por vergonha se ocultam, não andando com astúcia nem falsificando a palavra de Deus; e assim nos recomendamos à consciência de todo o homem, na presença de Deus, pela manifestação da verdade.
3  Mas, se ainda o nosso evangelho está encoberto, para os que se perdem está encoberto.
4  Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus.
5  Porque não nos pregamos a nós mesmos, mas a Cristo Jesus, o SENHOR; e nós mesmos somos vossos servos por amor de Jesus.
6  Porque Deus, que disse que das trevas resplandecesse a luz, é quem resplandeceu em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Jesus Cristo.
7  Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não de nós.
8  Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados.
9  Perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos;
10  Trazendo sempre por toda a parte a mortificação do Senhor Jesus no nosso corpo, para que a vida de Jesus se manifeste também nos nossos corpos;
11  E assim nós, que vivemos, estamos sempre entregues à morte por amor de Jesus, para que a vida de Jesus se manifeste também na nossa carne mortal.
12  De maneira que em nós opera a morte, mas em vós a vida.13  E temos, portanto, o mesmo espírito de fé, como está escrito: Cri, por isso falei; nós cremos também, por isso também falamos.
14  Sabendo que o que ressuscitou o Senhor Jesus nos ressuscitará também por Jesus, e nos apresentará convosco.
15  Porque tudo isto é por amor de vós, para que a graça, multiplicada por meio de muitos, faça abundar a ação de graças para glória de Deus.16  Por isso não desfalecemos; mas, ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, contudo, se renova de dia em dia.
17  Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente;
18  Não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que se não vêem são eternas.

SALMO 91 A segurança daquele que se refugia em Deus

1    Habito no esconderijo do Altíssimo, na sombra do Onipotente descanso.2  Direi do SENHOR: Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confiarei.
3  Porque ele me livrará do laço do passarinheiro, e da peste perniciosa.
4  Ele me cobrirá com as suas penas, e debaixo das suas asas  confiarei;, a sua verdade será o meu escudo e broquel.
5  Não terei medo do terror de noite nem da seta que voa de dia,
6  Nem da peste que anda na escuridão, nem da mortandade que assola ao meio-dia.
7  Mil cairão ao meu lado, e dez mil à minha direita, mas não chegará a mim.
8  Somente com os meus olhos contemplarei, e verei  a recompensa dos ímpios.
9  Porque tu, ó SENHOR, és o meu refúgio. No Altíssimo fiz a minha habitação.
10  Nenhum mal me sucederá, nem praga alguma chegará à minha tenda.
11  Porque aos seus anjos dará ordem a meu respeito, para me guardarem em todos os meus caminhos.
12  Eles me sustentarão nas suas mãos, para  não tropeçar com o meu pé em pedra.13  Pisarei o leão e a cobra; calcarei aos pés o filho do leão e a serpente.
14   encarecidamente  amo o Senhor ,  ele me livrara; serei colocado em retiro alto, porque conheço o seu nome.
15  Eu  invocarei , e ele me respondera; estará   comigo na angústia e dela me resgatara ,  me glorificara .
16  Fartá-me-a com longura de dias, e me  mostrara a  salvação.


II CORÍNTIOS 12 vers 1 ao 10 A visão celestial - O espinho na carne

1  EM verdade que não convém gloriar-me; mas passarei às visões e revelações do Senhor.
2  Conheço um homem em Cristo que há catorze anos (se no corpo, não sei, se fora do corpo, não sei; Deus o sabe) foi arrebatado ao terceiro céu.
3  E sei que o tal homem (se no corpo, se fora do corpo, não sei; Deus o sabe)4  Foi arrebatado ao paraíso; e ouviu palavras inefáveis, que ao homem não é lícito falar.
5  De alguém assim me gloriarei eu, mas de mim mesmo não me gloriarei, senão nas minhas fraquezas.
6  Porque, se quiser gloriar-me, não serei néscio, porque direi a verdade; mas deixo isto, para que ninguém cuide de mim mais do que em mim vê ou de mim ouve.
7  E, para que não me exaltasse pela excelência das revelações, foi-me dado um espinho na carne, a saber, um mensageiro de Satanás para me esbofetear, a fim de não me exaltar.
8  Acerca do qual três vezes orei ao Senhor para que se desviasse de mim.
9  E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo.
10  Por isso sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco então sou forte.

I CORÍNTIOS 10 A idolatria e o culto de demónios

14  Portanto, meus amados, fugi da idolatria.
15  Falo como a entendidos; julgai vós mesmos o que digo.
16  Porventura o cálice de bênção, que abençoamos, não é a comunhão do sangue de Cristo? O pão que partimos não é porventura a comunhão do corpo de Cristo?
17  Porque nós, sendo muitos, somos um só pão e um só corpo, porque todos participamos do mesmo pão.
18  Vede a Israel segundo a carne; os que comem os sacrifícios não são porventura participantes do altar?19  Mas que digo? Que o ídolo é alguma coisa? Ou que o sacrificado ao ídolo é alguma coisa?
20  Antes digo que as coisas que os gentios sacrificam, as sacrificam aos demônios, e não a Deus. E não quero que sejais participantes com os demônios.
21  Não podeis beber o cálice do Senhor e o cálice dos demônios; não podeis ser participantes da mesa do Senhor e da mesa dos demônios.22  Ou irritaremos o Senhor? Somos nós mais fortes do que ele?
23  Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm; todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas edificam.
24  Ninguém busque o proveito próprio; antes cada um o que é de outrem.
25  Comei de tudo quanto se vende no açougue, sem perguntar nada, por causa da consciência.
26  Porque a terra é do Senhor e toda a sua plenitude.
27  E, se algum dos infiéis vos convidar, e quiserdes ir, comei de tudo o que se puser diante de vós, sem nada perguntar, por causa da consciência.
28  Mas, se alguém vos disser: Isto foi sacrificado aos ídolos, não comais, por causa daquele que vos advertiu e por causa da consciência; porque a terra é do Senhor, e toda a sua plenitude.
29  Digo, porém, a consciência, não a tua, mas a do outro. Pois por que há de a minha liberdade ser julgada pela consciência de outrem?30  E, se eu com graça participo, por que sou blasfemado naquilo por que dou graças?
31  Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus.
32  Portai-vos de modo que não deis escândalo nem aos judeus, nem aos gregos, nem à igreja de Deus.
33  Como também eu em tudo agrado a todos, não buscando o meu próprio proveito, mas o de muitos, para que assim se possam salvar.

I CORÍNTIOS 15 Nem toda a carne é uma mesma carne, mas uma é a carne dos homens

33  Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes.
34  Vigiai justamente e não pequeis; porque alguns ainda não têm o conhecimento de Deus; digo-o para vergonha vossa.
35  Mas alguém dirá: Como ressuscitarão os mortos? E com que corpo virão?
36  Insensato! o que tu semeias não é vivificado, se primeiro não morrer.
37  E, quando semeias, não semeias o corpo que há de nascer, mas o simples grão, como de trigo, ou de outra qualquer semente.
38  Mas Deus dá-lhe o corpo como quer, e a cada semente o seu próprio corpo.
39  Nem toda a carne é uma mesma carne, mas uma é a carne dos homens, e outra a carne dos animais, e outra a dos peixes e outra a das aves.
40  E há corpos celestes e corpos terrestres, mas uma é a glória dos celestes e outra a dos terrestres.
41  Uma é a glória do sol, e outra a glória da lua, e outra a glória das estrelas; porque uma estrela difere em glória de outra estrela.
42  Assim também a ressurreição dentre os mortos. Semeia-se o corpo em corrupção; ressuscitará em incorrupção.
43  Semeia-se em ignomínia, ressuscitará em glória. Semeia-se em fraqueza, ressuscitará com vigor.44  Semeia-se corpo natural, ressuscitará corpo espiritual. Se há corpo natural, há também corpo espiritual.
45  Assim está também escrito: O primeiro homem, Adão, foi feito em alma vivente; o último Adão em espírito vivificante.
46  Mas não é primeiro o espiritual, senão o natural; depois o espiritual.
47  O primeiro homem, da terra, é terreno; o segundo homem, o SENHOR, é do céu.
48  Qual o terreno, tais são também os terrestres; e, qual o celestial, tais também os celestiais.
49  E, assim como trouxemos a imagem do terreno, assim traremos também a imagem do celestial.
50  E agora digo isto, irmãos: que a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus, nem a corrupção herdar a incorrupção.
51  Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados;
52  Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.
53  Porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade, e que isto que é mortal se revista da imortalidade.
54  E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória.55  Onde está, ó morte, o teu aguilhão? Onde está, ó inferno, a tua vitória?
56  Ora, o aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei.
57  Mas graças a Deus que nos dá a vitória por nosso SENHOR Jesus Cristo.
58  Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.

MARCOS 7 vers 1 ao 19 Nada há, fora do homem, que, entrando nele, o possa contaminar;

1  E AJUNTARAM-SE a ele os fariseus, e alguns dos escribas que tinham vindo de Jerusalém.
2  E, vendo que alguns dos seus discípulos comiam pão com as mãos impuras, isto é, por lavar, os repreendiam.
3  Porque os fariseus, e todos os judeus, conservando a tradição dos antigos, não comem sem lavar as mãos muitas vezes;
4  E, quando voltam do mercado, se não se lavarem, não comem. E muitas outras coisas há que receberam para observar, como lavar os copos, e os jarros, e os vasos de metal e as camas.
5  Depois perguntaram-lhe os fariseus e os escribas: Por que não andam os teus discípulos conforme a tradição dos antigos, mas comem o pão com as mãos por lavar?
6  E ele, respondendo, disse-lhes: Bem profetizou Isaías acerca de vós, hipócritas, como está escrito: Este povo honra-me com os lábios, Mas o seu coração está longe de mim;
7  Em vão, porém, me honram, Ensinando doutrinas que são mandamentos de homens.
8  Porque, deixando o mandamento de Deus, retendes a tradição dos homens; como o lavar dos jarros e dos copos; e fazeis muitas outras coisas semelhantes a estas.9  E dizia-lhes: Bem invalidais o mandamento de Deus para guardardes a vossa tradição.
10  Porque Moisés disse: Honra a teu pai e a tua mãe; e quem maldisser, ou o pai ou a mãe, certamente morrerá.
11  Vós, porém, dizeis: Se um homem disser ao pai ou à mãe: Aquilo que poderias aproveitar de mim é Corbã, isto é, oferta ao Senhor;
12  Nada mais lhe deixais fazer por seu pai ou por sua mãe,
13  Invalidando assim a palavra de Deus pela vossa tradição, que vós ordenastes. E muitas coisas fazeis semelhantes a estas.
14  E, chamando outra vez a multidão, disse-lhes: Ouvi-me vós, todos, e compreendei.
15  Nada há, fora do homem, que, entrando nele, o possa contaminar; mas o que sai dele isso é que contamina o homem.
16  Se alguém tem ouvidos para ouvir, ouça.
17  Depois, quando deixou a multidão, e entrou em casa, os seus discípulos o interrogavam acerca desta parábola.
18  E ele disse-lhes: Assim também vós estais sem entendimento? Não compreendeis que tudo o que de fora entra no homem não o pode contaminar,
19  Porque não entra no seu coração, mas no ventre, e é lançado fora, ficando puras todas as comidas?

DANIEL 5 O banquete do rei Belsazar - A mão misteriosa

1  O REI Belsazar deu um grande banquete a mil dos seus senhores, e bebeu vinho na presença dos mil.2  Havendo Belsazar provado o vinho, mandou trazer os vasos de ouro e de prata, que Nabucodonosor, seu pai, tinha tirado do templo que estava em Jerusalém, para que bebessem neles o rei, os seus príncipes, as suas mulheres e concubinas.
3  Então trouxeram os vasos de ouro, que foram tirados do templo da casa de Deus, que estava em Jerusalém, e beberam neles o rei, os seus príncipes, as suas mulheres e concubinas.
4  Beberam o vinho, e deram louvores aos deuses de ouro, de prata, de bronze, de ferro, de madeira, e de pedra.
5  Na mesma hora apareceram uns dedos de mão de homem, e escreviam, defronte do castiçal, na caiadura da parede do palácio real; e o rei via a parte da mão que estava escrevendo.
6  Mudou-se então o semblante do rei, e os seus pensamentos o turbaram; as juntas dos seus lombos se relaxaram, e os seus joelhos batiam um no outro.
7  E gritou o rei com força, que se introduzissem os astrólogos, os caldeus e os adivinhadores; e falou o rei, dizendo aos sábios de Babilônia: Qualquer que ler este escrito, e me declarar a sua interpretação, será vestido de púrpura, e trará uma cadeia de ouro ao pescoço e, no reino, será o terceiro governante.
8  Então entraram todos os sábios do rei; mas não puderam ler o escrito, nem fazer saber ao rei a sua interpretação.
9  Então o rei Belsazar perturbou-se muito, e mudou-se-lhe o semblante; e os seus senhores estavam sobressaltados.
10  A rainha, por causa das palavras do rei e dos seus senhores, entrou na casa do banquete, e respondeu, dizendo: Ó rei, vive para sempre! Não te perturbem os teus pensamentos, nem se mude o teu semblante.
11  Há no teu reino um homem, no qual há o espírito dos deuses santos; e nos dias de teu pai se achou nele luz, e inteligência, e sabedoria, como a sabedoria dos deuses; e teu pai, o rei Nabucodonosor, sim, teu pai, o rei, o constituiu mestre dos magos, dos astrólogos, dos caldeus e dos adivinhadores;
12  Porquanto se achou neste Daniel um espírito excelente, e conhecimento, e entendimento, interpretando sonhos e explicando enigmas, e resolvendo dúvidas, ao qual o rei pôs o nome de Beltessazar. Chame-se, pois, agora Daniel, e ele dará a interpretação.13  Então Daniel foi introduzido à presença do rei. Falou o rei, dizendo a Daniel: És tu aquele Daniel, um dos filhos dos cativos de Judá, que o rei, meu pai, trouxe de Judá?
14  Tenho ouvido dizer a teu respeito que o espírito dos deuses está em ti, e que em ti se acham a luz, e o entendimento e a excelente sabedoria.
15  Agora mesmo foram introduzidos à minha presença os sábios e os astrólogos, para lerem este escrito, e me fazerem saber a sua interpretação; mas não puderam dar a interpretação destas palavras.
16  Eu, porém, tenho ouvido dizer de ti que podes dar interpretação e resolver dúvidas. Agora, se puderes ler este escrito, e fazer-me saber a sua interpretação, serás vestido de púrpura, e terás cadeia de ouro ao pescoço e no reino serás o terceiro governante.
17  Então respondeu Daniel, e disse na presença do rei: As tuas dádivas fiquem contigo, e dá os teus prêmios a outro; contudo lerei ao rei o escrito, e far-lhe-ei saber a interpretação.
18  Ó rei! Deus, o Altíssimo, deu a Nabucodonosor, teu pai, o reino, e a grandeza, e a glória, e a majestade.
19  E por causa da grandeza, que lhe deu, todos os povos, nações e línguas tremiam e temiam diante dele; a quem queria matava, e a quem queria conservava em vida; e a quem queria engrandecia, e a quem queria abatia.
20  Mas quando o seu coração se exaltou, e o seu espírito se endureceu em soberba, foi derrubado do seu trono real, e passou dele a sua glória.
21  E foi tirado dentre os filhos dos homens, e o seu coração foi feito semelhante ao dos animais, e a sua morada foi com os jumentos monteses; fizeram-no comer a erva como os bois, e do orvalho do céu foi molhado o seu corpo, até que conheceu que Deus, o Altíssimo, tem domínio sobre o reino dos homens, e a quem quer constitui sobre ele.
22  E tu, Belsazar, que és seu filho, não humilhaste o teu coração, ainda que soubeste tudo isto.
23  E te levantaste contra o Senhor do céu, pois foram trazidos à tua presença os vasos da casa dele, e tu, os teus senhores, as tuas mulheres e as tuas concubinas, bebestes vinho neles; além disso, deste louvores aos deuses de prata, de ouro, de bronze, de ferro, de madeira e de pedra, que não vêem, não ouvem, nem sabem; mas a Deus, em cuja mão está a tua vida, e de quem são todos os teus caminhos, a ele não glorificaste.24  Então dele foi enviada aquela parte da mão, que escreveu este escrito.
25  Este, pois, é o escrito que se escreveu: MENE, MENE, TEQUEL, UFARSIM.
26  Esta é a interpretação daquilo: MENE: Contou Deus o teu reino, e o acabou.
27  TEQUEL: Pesado foste na balança, e foste achado em falta.
28  PERES: Dividido foi o teu reino, e dado aos medos e aos persas.
29  Então mandou Belsazar que vestissem a Daniel de púrpura, e que lhe pusessem uma cadeia de ouro ao pescoço, e proclamassem a respeito dele que havia de ser o terceiro no governo do seu reino.
30  Naquela noite foi morto Belsazar, rei dos caldeus.
31  E Dario, o medo, ocupou o reino, sendo da idade de sessenta e dois anos.

I REIS 3 vers 1 ao 14 apareceu o SENHOR a Salomão de noite em sonhos

1  E SALOMÃO se aparentou com Faraó, rei do Egito; e tomou a filha de Faraó, e a trouxe à cidade de Davi, até que acabasse de edificar a sua casa, e a casa do SENHOR, e a muralha de Jerusalém em redor.
2  Entretanto, o povo sacrificava sobre os altos; porque até àqueles dias ainda não se havia edificado casa ao nome do SENHOR.
3  E Salomão amava ao SENHOR, andando nos estatutos de Davi seu pai; somente que nos altos sacrificava, e queimava incenso.4  E foi o rei a Gibeom para lá sacrificar, porque aquele era o alto maior; mil holocaustos sacrificou Salomão naquele altar.
5  E em Gibeom apareceu o SENHOR a Salomão de noite em sonhos; e disse-lhe Deus: Pede o que queres que eu te dê.
6  E disse Salomão: De grande beneficência usaste tu com teu servo Davi, meu pai, como também ele andou contigo em verdade, e em justiça, e em retidão de coração, perante a tua face; e guardaste-lhe esta grande beneficência, e lhe deste um filho que se assentasse no seu trono, como se vê neste dia.
7  Agora, pois, ó SENHOR meu Deus, tu fizeste reinar a teu servo em lugar de Davi meu pai; e sou apenas um menino pequeno; não sei como sair, nem como entrar.
8  E teu servo está no meio do teu povo que elegeste; povo grande, que nem se pode contar, nem numerar, pela sua multidão.
9  A teu servo, pois, dá um coração entendido para julgar a teu povo, para que prudentemente discirna entre o bem e o mal; porque quem poderia julgar a este teu tão grande povo?
10  E esta palavra pareceu boa aos olhos do Senhor, de que Salomão pedisse isso.
11  E disse-lhe Deus: Porquanto pediste isso, e não pediste para ti muitos dias, nem pediste para ti riquezas, nem pediste a vida de teus inimigos; mas pediste para ti entendimento, para discernires o que é justo;
12  Eis que fiz segundo as tuas palavras; eis que te dei um coração tão sábio e entendido, que antes de ti igual não houve, e depois de ti igual não se levantará.
13  E também até o que não pediste te dei, assim riquezas como glória; de modo que não haverá um igual entre os reis, por todos os teus dias.
14  E, se andares nos meus caminhos, guardando os meus estatutos, e os meus mandamentos, como andou Davi teu pai, também prolongarei os teus dias.15  E acordou Salomão, e eis que era sonho. E indo a Jerusalém, pôs-se perante a arca da aliança do SENHOR, e sacrificou holocausto, e preparou sacrifícios pacíficos, e fez um banquete a todos os seus servos.

I SAMUEL 17 vers 32 ao 47 Davi dispõe-se a pelejar contra o gigante

32  E Davi disse a Saul: Não desfaleça o coração de ninguém por causa dele; teu servo irá, e pelejará contra este filisteu.
33  Porém Saul disse a Davi: Contra este filisteu não poderás ir para pelejar com ele; pois tu ainda és moço, e ele homem de guerra desde a sua mocidade.
34  Então disse Davi a Saul: Teu servo apascentava as ovelhas de seu pai; e quando vinha um leão e um urso, e tomava uma ovelha do rebanho,
35  Eu saía após ele e o feria, e livrava-a da sua boca; e, quando ele se levantava contra mim, lançava-lhe mão da barba, e o feria e o matava.
36  Assim feria o teu servo o leão, como o urso; assim será este incircunciso filisteu como um deles; porquanto afrontou os exércitos do Deus vivo.37  Disse mais Davi: O SENHOR me livrou das garras do leão, e das do urso; ele me livrará da mão deste filisteu. Então disse Saul a Davi: Vai, e o SENHOR seja contigo.
38  E Saul vestiu a Davi de suas vestes, e pôs-lhe sobre a cabeça um capacete de bronze; e o vestiu de uma couraça.
39  E Davi cingiu a espada sobre as suas vestes, e começou a andar; porém nunca o havia experimentado; então disse Davi a Saul: Não posso andar com isto, pois nunca o experimentei. E Davi tirou aquilo de sobre si.
40  E tomou o seu cajado na mão, e escolheu para si cinco seixos do ribeiro, e pô-los no alforje de pastor, que trazia, a saber, no surrão, e lançou mão da sua funda; e foi aproximando-se do filisteu.
41  O filisteu também vinha se aproximando de Davi; e o que lhe levava o escudo ia adiante dele.
42  E, olhando o filisteu, e vendo a Davi, o desprezou, porquanto era moço, ruivo, e de gentil aspecto.
43  Disse, pois, o filisteu a Davi: Sou eu algum cão, para tu vires a mim com paus? E o filisteu pelos seus deuses amaldiçoou a Davi.
44  Disse mais o filisteu a Davi: Vem a mim, e darei a tua carne às aves do céu e às bestas do campo.
45  Davi, porém, disse ao filisteu: Tu vens a mim com espada, e com lança, e com escudo; porém eu venho a ti em nome do SENHOR dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, a quem tens afrontado.
46  Hoje mesmo o SENHOR te entregará na minha mão, e ferir-te-ei, e tirar-te-ei a cabeça, e os corpos do arraial dos filisteus darei hoje mesmo às aves do céu e às feras da terra; e toda a terra saberá que há Deus em Israel;
47  E saberá toda esta congregação que o SENHOR salva, não com espada, nem com lança; porque do SENHOR é a guerra, e ele vos entregará na nossa mão.

COLOSSENSES 1 Cristo em vós, esperança da glória

3  Graças damos a Deus, Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, orando sempre por vós,
4  Porquanto ouvimos da vossa fé em Cristo Jesus, e do amor que tendes para com todos os santos;
5  Por causa da esperança que vos está reservada nos céus, da qual já antes ouvistes pela palavra da verdade do evangelho,
6  Que já chegou a vós, como também está em todo o mundo; e já vai frutificando, como também entre vós, desde o dia em que ouvistes e conhecestes a graça de Deus em verdade;
7  Como aprendestes de Epafras, nosso amado conservo, que para vós é um fiel ministro de Cristo,
8  O qual nos declarou também o vosso amor no Espírito.
9  Por esta razão, nós também, desde o dia em que o ouvimos, não cessamos de orar por vós, e de pedir que sejais cheios do conhecimento da sua vontade, em toda a sabedoria e inteligência espiritual;
10  Para que possais andar dignamente diante do Senhor, agradando-lhe em tudo, frutificando em toda a boa obra, e crescendo no conhecimento de Deus;
11  Corroborados em toda a fortaleza, segundo a força da sua glória, em toda a paciência, e longanimidade com gozo;
12  Dando graças ao Pai que nos fez idôneos para participar da herança dos santos na luz;13  O qual nos tirou da potestade das trevas, e nos transportou para o reino do Filho do seu amor;
14  Em quem temos a redenção pelo seu sangue, a saber, a remissão dos pecados;
15  O qual é imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação;
16  Porque nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades. Tudo foi criado por ele e para ele.
17  E ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por ele.
18  E ele é a cabeça do corpo, da igreja; é o princípio e o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a preeminência.
19  Porque foi do agrado do Pai que toda a plenitude nele habitasse,
20  E que, havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, tanto as que estão na terra, como as que estão nos céus.
21  A vós também, que noutro tempo éreis estranhos, e inimigos no entendimento pelas vossas obras más, agora contudo vos reconciliou
22  No corpo da sua carne, pela morte, para perante ele vos apresentar santos, e irrepreensíveis, e inculpáveis,
23  Se, na verdade, permanecerdes fundados e firmes na fé, e não vos moverdes da esperança do evangelho que tendes ouvido, o qual foi pregado a toda criatura que há debaixo do céu, e do qual eu, Paulo, estou feito ministro.24  Regozijo-me agora no que padeço por vós, e na minha carne cumpro o resto das aflições de Cristo, pelo seu corpo, que é a igreja;
25  Da qual eu estou feito ministro segundo a dispensação de Deus, que me foi concedida para convosco, para cumprir a palavra de Deus;
26  O mistério que esteve oculto desde todos os séculos, e em todas as gerações, e que agora foi manifesto aos seus santos;
27  Aos quais Deus quis fazer conhecer quais são as riquezas da glória deste mistério entre os gentios, que é Cristo em vós, esperança da glória;
28  A quem anunciamos, admoestando a todo o homem, e ensinando a todo o homem em toda a sabedoria; para que apresentemos todo o homem perfeito em Jesus Cristo;
29  E para isto também trabalho, combatendo segundo a sua eficácia, que opera em mim poderosamente.

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

II PEDRO 1


11 Porque assim vos será amplamente concedida a entrada no reino eterno de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.
12 Por isso não deixarei de exortar-vos sempre acerca destas coisas, ainda que bem as saibais, e estejais confirmados na presente verdade.
13 E tenho por justo, enquanto estiver neste tabernáculo, despertar-vos com admoestações,
14 Sabendo que brevemente hei de deixar este meu tabernáculo, como também nosso Senhor Jesus Cristo já mo tem revelado.
15 Mas também eu procurarei em toda a ocasião que depois da minha morte tenhais lembrança destas coisas.
16 Porque não vos fizemos saber a virtude e a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, seguindo fábulas artificialmente compostas; mas nós mesmos vimos a sua majestade.
17 Porquanto ele recebeu de Deus Pai honra e glória, quando da magnífica glória lhe foi dirigida a seguinte voz: Este é o meu Filho amado, em quem me tenho comprazido.
18 E ouvimos esta voz dirigida do céu, estando nós com ele no monte santo;
19 E temos, mui firme, a palavra dos profetas, à qual bem fazeis em estar atentos, como a uma luz que alumia em lugar escuro, até que o dia amanheça, e a estrela da alva apareça em vossos corações.
20 Sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação.
21 Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo.

I JOÃO 1


Deus é luz: aqueles que não andam na luz não têm comunhão com ele
5 E esta é a mensagem que dele ouvimos, e vos anunciamos: que Deus é luz, e não há nele trevas nenhuma.
6 Se dissermos que temos comunhão com ele, e andarmos em trevas, mentimos, e não praticamos a verdade.
7 Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado

I JOÃO 2


6 Aquele que diz que está nele, também deve andar como ele andou.
7 Irmãos, não vos escrevo mandamento novo, mas o mandamento antigo, que desde o princípio tivestes. Este mandamento antigo é a palavra que desde o princípio ouvistes.
8 Outra vez vos escrevo um mandamento novo, que é verdadeiro nele e em vós; porque vão passando as trevas, e já a verdadeira luz ilumina.
9 Aquele que diz que está na luz, e odeia a seu irmão, até agora está em trevas.
10 Aquele que ama a seu irmão está na luz, e nele não há escândalo.
11 Mas aquele que odeia a seu irmão está em trevas, e anda em trevas, e não sabe para onde deva ir; porque as trevas lhe cegaram os olhos.
12 Filhinhos, escrevo-vos, porque pelo seu nome vos são perdoados os pecados.
13 Pais, escrevo-vos, porque conhecestes aquele que é desde o princípio. Jovens, escrevo-vos, porque vencestes o maligno. Eu vos escrevi, filhos, porque conhecestes o Pai.
14 Eu vos escrevi, pais, porque já conhecestes aquele que é desde o princípio. Eu vos escrevi, jovens, porque sois fortes, e a palavra de Deus está em vós, e já vencestes o maligno.
15 Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele.
16 Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo.

17 E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.

sábado, 22 de agosto de 2015

Apocalipse capitulo 21

21  E as doze portas eram doze pérolas; cada uma das portas era uma pérola; e a praça da cidade de ouro puro, como vidro transparente.
22  E nela não vi templo, porque o seu templo é o Senhor Deus Todo-Poderoso, e o Cordeiro.
23  E a cidade não necessita de sol nem de lua, para que nela resplandeçam, porque a glória de Deus a tem iluminado, e o Cordeiro é a sua lâmpada.
24  E as nações dos salvos andarão à sua luz; e os reis da terra trarão para ela a sua glória e honra.
25  E as suas portas não se fecharão de dia, porque ali não haverá noite.
26  E a ela trarão a glória e honra das nações.
27  E não entrará nela coisa alguma que contamine, e cometa abominação e mentira; mas só os que estão inscritos no livro da vida do Cordeiro.